literatura universal . joves i adults     inici
Alcides, Sérgio

 


De passarem avioes / De passar avions

fiquei olhando
as sombras não, mas a memória delas
J. de Sena

À sombra deste avião, contemplando

o instante que passou vazio
e não está nem aí;

onde era véu e agora só há
nudez de calçada esquecida;

o ex-barulho e a algaravia familiar
das aves não, mas dos demais pastores

de aflição, na festa, no baile;

o nenhum vestígio, a sequer suspeita,
o susto algum, o inexistido
daquilo que – eu sei – existiu;

e o bem que fez, puxa vida!

astropay kart al paykasa kart al astropay kart al paykasa kart al otopay kart al cashixir kart al pendik seo hizmeti  
imatge quotidianitat
cercador:  autor:     poema:           cercador avançat  boton busqueda avançada
<<
web design KTON Y CÍA