literatura universal . joves i adults     inici
Alcides, Sérgio

 


Geometria

Raio desenganado, desprezador do círculo
que ele mesmo supõe, o pier não tem redor,
senão imaginações. E, no entanto, ele parte.
Só a paisagem fica no lugar de sempre,
sempre mexida, meneando perto-longe,
acenando com perfume, desaparecendo
quase, autora da própria névoa que enevoa
e de repente se volatiliza, quando ofusca, tinindo,
menina correndo na praia sem notar o tapete
que desenrolaram meio instante antes de os pés
ir assim multiplicando pela areia úmida.
Só a paisagem lá está, para onde ele,
que jamais esteve, partindo foi para jamais. 

 

 

 
imatge ciencia
cercador:  autor:     poema:           cercador avançat  boton busqueda avançada
<<
web design KTON Y CÍA